Como as técnicas dietéticas podem ajudar o esporte?

Um dos macronutrientes com grande importância na vida dos atletas é o carboidrato, desempenhando importante função energética nestes indivíduos e causando uma melhor resposta em relação ao desempenho. Porém quando falamos em atletas, muitas pessoas acham que a prescrição nutricional deste macronutriente é fácil, e deixam de lado variáveis importantíssimas que podem influenciar no desempenho dos indivíduos.

Dentre as variáveis, a rotina de treinos dos indivíduos é algo que precisa ser considerada, uma vez que temos atletas com diferentes horários, tempo e intensidade de treino, e o consumo de refeições com cargas glicêmicas desajustadas, bem como o tipo de preparação podem influenciar nesta resposta sobre o desempenho do atleta nos treinos e competições.

Vamos colocar os exemplos acima citados, na prática: imagine um atleta de jiu-jitsu, onde o mesmo acorda às 9h30, e precisa treinar às 11h. Colocando o tempo de “despertar”, banho, deslocamento até o local de treino e preparação da refeição cedo, ele terá nada mais que uma hora para digerir o carboidrato ingerido (isso sem contar a quantidade prévia de glicogênio). Agora imagine que a prescrição nutricional pré-treino foi de 200g de batata doce, com outros alimentos compostos por outros macronutrientes. Você já deve perceber que ou o atleta terá um bom desempenho no treino, ou ele ficará “conversando” com a batata doce durante todo o treino, o que atrapalhará, consequentemente, seu rendimento.

Agora vamos pegar essa mesma quantidade de carboidratos dos 200g de batata doce e transformá-los em refeições líquidas ou pastosas, você tem de concordar comigo que o processo de digestão será mais rápido e pode ser uma alternativa melhor para o atleta.

Por isso eu sempre digo nas aulas para a graduação e pós-graduação, não basta a(o) nutricionista ler as recomendações de ingestão de carboidratos, ele precisa estudar também técnicas dietéticas para elaborar um planejamento alimentar adequado à cada indivíduo.

Referência:
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26891166

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *