O consumo de carboidratos e desempenho

Quando pensamos em esportes coletivos muitas vezes temos certa dificuldade na interpretação das características destas modalidades no que diz respeito ao metabolismo energético e, consequentemente, na prescrição de planos dietéticos envolvendo alimentos e suplementos.

O desempenho nestas modalidades é dependente da combinação de sistemas energéticos aeróbicos e anaeróbicos, ambos com importante contribuição de carboidratos como fonte de energia. Uma adequação na demanda de carboidratos pode contribuir com a melhora de diversos fatores no desempenho dos indivíduos, como a capacidade de saltar, velocidade de mudança de direção, função cognitiva e capacidade de explosão em “sprints”.

Pensando nessas características, uma revisão em 2015 organizada por Asker Jeukendrup e colaboradores procurou investigar a ingestão de carboidratos na melhora destas características. Vamos aos exemplos da importância. Em um jogo de futebol a revisão cita estudos que observaram por biópsia muscular uma quantidade baixíssima de glicogênio após o primeiro tempo de jogo (para efeito de comparação, os autores citam a concentração de glicogênio muscular no início em 96 mmol/kg; no intervalo em 32 mmol/kg e; no final em 9 mmol/kg), trazendo uma importante discussão na importância de um consumo adequado de carboidratos, uma vez que, quando o atleta inicia o jogo ou o treino com quantidades de glicogênio aquém do necessário, pode sofrer uma grande diminuição de desempenho em momentos importantes do evento.

Assim, faz todo sentido você pensar em adequar o consumo de carboidratos no pré-treino, mas também pensar em todo o restante do dia do atleta, uma vez que este macronutriente é de suma importância para o mesmo.

Referência bibliográfica:
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26184303

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *