Conhecimento técnico e científico do universo fitness e bodybuilding.

Você sabia que é possível otimizar o funcionamento do seu metabolismo e acelerar o gasto calórico naturalmente?! Determinados alimentos têm propriedades termogênicas que aumentam a produção de calor do corpo, resultando em uma queima maior de gordura.

Nesse artigo vou dar dicas e algumas opções de termogênicos naturais. Veja a seguir 15 exemplos dos melhores e mais populares:

SAIBA MAIS:
O QUE SÃO TERMOGÊNICOS E PARA QUE SERVEM
MITOS E VERDADES SOBRE PRÉ-TREINOS E TERMOGÊNICOS

Começando pelo mais básico de todos e que podemos considerar mais um hábito do que uma opção alimentar: beber água! Mas nesse caso… a pedida é água gelada. Sua eficácia já foi comprovada em pesquisas e esse método funciona porque quando você ingere o líquido gelado, seu metabolismo acelera para mantê-lo aquecido, como instinto natural de sobrevivência. (é por isso que o inverno é a época em que se pode perder gordura com mais facilidade. As baixas temperaturas forçam o seu corpo a gastar mais energia para te aquecer).
Dica: só evite beber junto ou logo após as refeições.

Cafeína: essa é uma das substâncias mais estimulantes, eficazes e é base para diversos suplementos, sabia? Ela oferece muitos benefícios, como aumento da disposição e melhora na performance física durante o treino. Dos alimentos ricos em cafeína, no topo da lista, temos o grão de café, porém, também encontramos no chá mate, chá preto, chá verde e mesmo no cacau.

Gengibre: essa raiz é poderosa e pode aumentar seu gasto calórico em mais de 10%. Além disso, conta com propriedades anti-inflamatórias e fortalece a imunidade. Pode ser consumida de diversas formas: crua, para temperar carnes, aves e peixes, para fazer molhos, sopas e chás.
A dose diária recomendada é de 1 a 4 g por dia.

TERMOGÊNICOS – INTEGRALMEDICA

Canela: essa iguaria estimula circulação sanguínea e conta com substâncias anti-inflamatórias e antifúngicas. Ela pode ser usada de diversas maneiras: em chá, com frutas, com o café, mas principalmente em pratos doces! Só fique de olho na quantidade: uma colher de chá rasa por dia é o ideal.

E para os fãs de pratos apimentados, boa notícia. A maioria das pimentas contam com propriedades termogênicas. No entanto, a ‘pimenta dedo de moça’ e a pimenta do reino são as mais eficazes. Veja:
A pimenta vermelha: é rica capsaicina, uma substância que favorece a queima de gordura e também contribui para a eliminação de gordura nas artérias e estimula a circulação sanguínea.
Pode ser usada para temperar carnes, saladas, patês e mesmo em sopas. Mas vale moderação, pois o excesso pode piorar ou desencadear quadros de gastrite e hemorroidas. O mesmo se aplica a Pimenta do Reino, que conta com propriedades antioxidantes também.

Cominho: normalmente usamos para temperar carnes brancas. Quantia: uma colher de chá por dia.

Cúrcuma: se trata de uma raiz, conhecida também como ‘açafrão-da-terra’. Recentemente ganhou popularidade entre os fitness de plantão e não é à toa: além das propriedades termogênicas, auxilia na prevenção do envelhecimento precoce das células, melhora a digestão e fortalece a imunidade.
Pode ser consumida in natura ou em pó e é ótima para temperar carnes brancas, risotos e fazer patês. (Tem gente  que usa em sucos).
Dica: Ingeri-la com alguma gordura vai potencializar seus efeitos! Só não ultrapasse a dose de uma colher de chá por dia.

Mostarda: essa é uma opção para quem não é muito chegado em pimenta. Assim como as folhas e as sementes, o molho também é fonte de nutrientes. É usado principalmente em saladas.
Dica: caso opte pelo molho, na hora de comprar, fique de olho nos ingredientes, pois algumas marcas têm açúcares e conservantes.

Guaraná: o que faz dele um termogênico poderoso é o nível de cafeína equivalente aos grãos de café. Ele estimula o sistema nervoso, pode combater a fadiga, melhorar o desempenho, eliminar as toxinas do corpo e ainda controlar a fome.
A melhor maneira de consumi-lo é o mais natural possível. (nada de refri, hein?!). Encontramos com mais facilidade o guaraná em pó, que pode ser usado em sucos ou consumido com frutas. A ingestão diária não deve ultrapassar de duas colheres rasas de chá.

De olho no Consumo
Agora o que você precisa saber antes de sair correndo para a feira ou mercado e ingerir esses alimentos adoidado é:

· Moderação: deixando de lado a água, os demais alimentos exemplificados, apesar de serem naturais, devem ter suas doses diárias respeitadas. Exceder NÃO vai fazer você queimar mais gordura.
· Misturas: exagerar ou misturar esses componentes na mesma ocasião pode resultar em efeitos colaterais, como problemas gastrointestinais, arritmia, dores de cabeça, Insônia, tontura, problemas cardíacos e na tireoide. Já disse, o que difere o remédio do veneno é a dose.
· Horários: não existe regra. O que realmente deve ser seguido à risca é evitar consumo próximo da hora de descanso. Algumas dessas substancias ficam horas no organismo, a exemplo do café, e isso pode afetar seu sono.
· Milagre: todos esses alimentos e mesmo os suplementos são benéficos. Mas nenhum deles tem poder de te emagrecer. O efeito só é bem aproveitado quando associado a exercícios físicos e uma alimentação equilibrada.
· Contraindicações: gestantes, crianças, pessoas com alguma disfunção na tireoide, com problemas cardíacos, que tiveram derrame cerebral; que têm diabetes e insônia recorrente NÃO devem fazer uso dessas substâncias.

Não deixe de consultar um médico de confiança para alcançar seus objetivos de forma eficaz e segura!