Treino funcional voltado à definição muscular

Af4cee72daa439924f8de1e97f3e870974f70c51

O treinamento funcional é composto basicamente por movimentos multiarticulares, que envolvem capacidades físicas importantes como agilidade, velocidade, força, potência etc. Entre os objetivos do treinamento funcional, destaca-se o trabalho dos músculos do core (conjunto de músculos que suportam o complexo bacia/pélvis/lombar)   importantes para qualquer movimento funcional, como agachar, se deslocar, empurrar ou puxar algum objeto. 

Alguns exercícios conhecidos das salas de musculação, como agachamentos, levantamentos terra e remadas, entre outros, são praticados no treino funcional. Entretanto, trabalhos específicos para ativação do core, deslocamentos e exercícios que envolvam calistenia também são amplamente utilizados. O principal objetivo do treinamento funcional é a melhora da aptidão física e da qualidade de vida do indivíduo, e tanto atletas de alto rendimento como amadores podem utilizá-lo. O aumento da definição muscular, porém, pode ser obtido como consequência do treinamento funcional, mesmo não sendo um de seus principais focos. Ou seja, um dos benefícios desse tipo de treinamento é proporcionar ao praticante um ganho estético, sobretudo pelo aumento da definição muscular. 

Definição muscular nada mais é do que a perda do excesso de gordura corporal, que geralmente é obtida diminuindo-se a ingestão calórica e aumentando-se o gasto calórico com o exercício. Alguns protocolos de treinamento, no entanto, parecem aumentar mais o gasto calórico do que outros. Recentemente, em um estudo publicado na revista Journal of international society of sports nutrition, Trexler e colaboradores (2014) citam que 70% do gasto calórico diário vem do aumento do metabolismo basal, que é provocado pela maior  ingestão de proteínas e também pelo treinamento intenso. Sendo assim, o treinamento funcional, quando praticado de maneira intensa, pode ser uma grande ferramenta para auxiliar na definição muscular.

Como estratégia, podem-se priorizar os exercícios que envolvam agrupamentos musculares maiores, além de curtos intervalos de recuperação. Treinos curtos (entre 20 e 30 minutos) e de alta intensidade têm sido relacionados com diminuição de gordura corporal e manutenção de massa magra, aspectos desejados em um processo de definição muscular. 

Esses fatos demonstram que o treinamento funcional é uma boa opção a ser considerada por todos que buscam um aumento da definição muscular, além  dos demais  benefícios já associados à sua prática.  

 

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *